Programa Completo

PMC19 — PROGRAMA COMPLETO




CONFERÊNCIAS

Lisboa 8 Novembro
8.30
Recepção / Check-In / Networking
9.15
Sessão de Abertura

Carla Dias — Presidente do Observatório Português de Canábis Medicinal

Os desafios da Canábis Medicinal

09:30
Cristina Sanchez — Introdução ao Sistema Endocanabinóide
Cristina Sanchez — Introdução ao Sistema Endocanabinóide

O sistema endocanabinóide tem um tremendo potencial como alvo terapêutico para uma ampla variedade de doenças e sintomas. Nesta apresentação, a explicação molecular para este potencial será fornecida pela introdução dos constituintes deste sistema, seu modo de acção e as funções fisiológicas que o sistema endocanabinóide controla.

10:15
Adi Aran — Sistema Endocanabinóide e tratamento com canabinóides no Transtorno do Espectro Autista
Adi Aran — Sistema Endocanabinóide e tratamento com canabinóides no Transtorno do Espectro Autista

O uso clínico de várias variedades da canábis em crianças com Transtorno do espectro do autismo (TEA) está a expandir-se rapidamente, mas as evidências publicadas são escassas. Esta apresentação discutirá estudos pré-clínicos que sugerem o envolvimento do Sistema Endocanabinóide na patogénese do TEA, bem como estudos clínicos passados, presentes e futuros.

11:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
11:30
Mara Gordon — Como iniciar um protocolo de tratamento com canábis e escolher o medicamento correcto
Mara Gordon — Como iniciar um protocolo de tratamento com canábis e escolher o medicamento correcto

Sendo a canábis cada vez mais aceite e popular na sociedade, os serviços de urgência estão a contabilizar um aumento nas visitas de pessoas que experimentam diferentes produtos de canábis sem nenhuma informação de como consumi-los adequadamente. Aprenderemos como desmistificar os rótulos dos produtos e a consumir com responsabilidade. Nada é um impedimento maior para a adopção da canábis do que uma viagem ao serviço de urgência.

12:15
Janosch Kratz — Canabinóides na Dor Crónica - Como quebrar um ciclo vicioso
Janosch Kratz — Canabinóides na Dor Crónica - Como quebrar um ciclo vicioso

O uso de Canábis na dor é provavelmente das mais antigas condições tratadas com canabinóides na medicina. Como esta aplicação aparece frequentemente em publicações; declarações de pacientes, artigos de jornais etc. as pessoas pensam que os canabinóides são apenas mais um medicamento para adicionar aos analgésicos, juntamente com outros medicamentos conhecidos como os AINEs ou Opióides. Trabalhando na prática diária com os canabinóides, aprendemos que há mais benefícios médicos além da simples redução da intensidade da dor. Esta apresentação explica as várias maneiras pelas quais os pacientes podem se beneficiar da cannabis em condições de dor crónica e aliviam as limitações de muitos estudos sobre esse assunto.

13:00
ALMOÇO (não incluído)
14:30
Philippe Lucas — O medicamento de saída: A Canábis no tratamento da dor, saúde mental e dependências
Philippe Lucas — O medicamento de saída: A Canábis no tratamento da dor, saúde mental e dependências

Esta apresentação fornecerá uma breve visão geral de alguns estudos clínicos e observacionais que estão a ser realizados no Canadá, na Austrália e nos EUA, com foco nos padrões de uso do paciente, no uso de canábis medicinal no tratamento da dor e saúde mental e reduções no uso de opióides prescritos e outras substâncias.

15:15
Manuel Guzmán — Canabinóides e Neuroprotecção
Manuel Guzmán — Canabinóides e Neuroprotecção

O estado actual da pesquisa sobre os efeitos terapêuticos dos canabinóides nas doenças neurodegenerativas será resumido nesta apresentação. As evidências pré-clínicas e clínicas que sugerem o uso de canabinóides neste campo serão discutidas.

16:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
16:30
VIDEOCONFERÊNCIA — Franjo Grotenhermen / Ethan Russo
VIDEOCONFERÊNCIA — Franjo Grotenhermen / Ethan Russo

Ethan Russo: A Canábis tem sido utilizada desde tempos imemoriais para tratar a dor, distúrbios do sono e até mesmo doenças mentais. A descoberta do sistema endocanabinóide e do seu papel crítico na neurotransmissão e homeostasia do sistema límbico e outras áreas do cérebro proporcionar uma base racional para a utilização de medicamentos à base de canábis adequadamente formuladas no tratamento de condições psiquiátricas inumeráveis. As reivindicações históricas serão apresentadas em conjunto com a ciência básica e dados de ensaios clínicos para avaliar o futuro papel da psicofarmacologia da canábisbis no que diz respeito a questões como depressão, insónias, Stress pós-traumático, esquizofrenia, ansiedade e dependências. Formulações apropriadas e chemovars de canábis serão sugeridos.

Franjo Grotenhermen: Cannabis, THC e CBD pode interagir com outros medicamentos. Algumas destas interacções podem ser de valor medicinal, por exemplo aumento da redução da dor pelos THC e opióides, enquanto outros podem ser indesejado, tais como influência não controlada sobre as concentrações sanguíneas de outras drogas anti-epilépticas.
As interacções do THC e CBD pode ser dividido em interacções farmacocinéticas (normalmente baseado em problemas de degradação) e interacções farmacodinâmicas (geralmente com base nos efeitos de CBD e THC, por um lado, e outros medicamentos, por outro lado.”

17:15
Gregor Zorn — 10 coisas que deve saber antes de usar Canábis Medicinal
Gregor Zorn — 10 coisas que deve saber antes de usar Canábis Medicinal

Um guia para principiantes sobre o uso de canábis medicinal, que tentará responder às principais perguntas dos utilizadores e profissionais de saúde. Alguns dos tópicos abordados; como usar corretamente e eficientemente a canábis medicinal, dosagem, as diferenças entre os métodos de administração, redução e prevenção de efeitos colaterais indesejados, o que procurar em produtos de canábis, mitos sobre canábis e equívocos.

18:00
Sandra Carrillo — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica.
Sandra Carrillo — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica.

Esta apresentação visa rever os dados pré-clínicos sugerem um potencial terapêutico dos canabinóides para o tratamento da epilepsia.

Além disso, vou analisar os dados clínicos de canabinóides como tratamento para a epilepsia. O objetivo é explorar a compreensão e discussão dos benefícios e efeitos adversos dos canabinóides no tratamento desta patologia.

Aberto ao público.

18:45
Sessão de Encerramento

Oradores a definir

PORTO 22 Novembro
8.30
Recepção / Check-In / Networking
9.15
Sessão de Abertura

Carla Dias — Presidente do Observatório Português de Canábis Medicinal

Os desafios da Canábis Medicinal

9:30
Arno Hazekamp — A bioquímica da canábis medicinal explicada
Arno Hazekamp — A bioquímica da canábis medicinal explicada

Se canábis é considerada um medicamento, isso significa que deve haver ingredientes bioactivos presentes na planta. Todos nós já ouvimos falar sobre os canabinóides e terpenos, mas de onde é que eles vêm, e qual é o seu comportamento em diferentes formas de administração? É o efeito entourage uma coisa real, e como funciona? Serão os produtos da CDB sempre seguros, ou devemos ser cuidado quando se consomem estes produtos? O que é que diferencia as variedades de canábis, e como é que se analisa todos estes componentes activos num laboratório? As respostas estão todas relacionadas com a bioquímica da canábis. Esta apresentação irá seguir o rasto de compostos activos a partir da flor de produto até ao paciente. Iremos encolher-nos até dimensões moleculares e embarcar nesta viagem bioquímica.

10:15
Cristina Sanchez — Canábis e Cancro: respostas científicas para as perguntas mais frequentes
Cristina Sanchez — Canábis e Cancro: respostas científicas para as perguntas mais frequentes

Nesta apresentação serão discutidos os dados pré-clínicos que suportam o uso de canabinóides como agentes antitumorais. Além disso, as respostas às perguntas mais frequentes (que tipo de canábis deve ser usada? Que via de administração? A cannabis pode ser combinada com outros tratamentos?) serão respondidas de uma perspectiva estritamente científica.

11:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
11:30
Sandra Carrilho — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica
Sandra Carrilho — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica

Esta apresentação visa rever os dados pré-clínicos sugerem um potencial terapêutico dos canabinóides para o tratamento da epilepsia.

Além disso, vou analisar os dados clínicos de canabinóides como tratamento para a epilepsia. O objetivo é explorar a compreensão e discussão dos benefícios e efeitos adversos dos canabinóides no tratamento desta patologia.

Aberto ao público.

12:15
José Tempero — Medicina baseada em canabinóides: Como capturar evidência para demonstrar o seu valor clínico acrescentado?
José Tempero — Medicina baseada em canabinóides: Como capturar evidência para demonstrar o seu valor clínico acrescentado?

Nesta comunicação será apresentado um breve resumo do que se entende como o balanço benefício-risco associado a medicamentos clássicos, devidamente registados nas diversas agências de medicamentos e que paralelismo poderá ser encontrado nos produtos disponíveis contendo canábis ou derivados de canábis para fins terapêuticos. Serão refletidos temas de garantia de qualidade e reprodutibilidade assim como formas de capturar a evidência clinica da canábis medicina e o seu valor terapêutico acrescentado.

13:00
ALMOÇO (não incluído)
14:30
David (Dedi) Meiri
David (Dedi) Meiri

Do pré-clínico ao clínico, a situação única da canábis

15:15
Janosch Kratz — Canabinóides na Dor Crónica - Como quebrar um ciclo vicioso
Janosch Kratz — Canabinóides na Dor Crónica - Como quebrar um ciclo vicioso

O uso de Canábis na dor é provavelmente das mais antigas condições tratadas com canabinóides na medicina. Como esta aplicação aparece frequentemente em publicações; declarações de pacientes, artigos de jornais etc. as pessoas pensam que os canabinóides são apenas mais um medicamento para adicionar aos analgésicos, juntamente com outros medicamentos conhecidos como os AINEs ou Opióides. Trabalhando na prática diária com os canabinóides, aprendemos que há mais benefícios médicos além da simples redução da intensidade da dor. Esta apresentação explica as várias maneiras pelas quais os pacientes podem se beneficiar da cannabis em condições de dor crónica e aliviam as limitações de muitos estudos sobre esse assunto.

16:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
16:30
Paulo Freitas Tavares — Passado e presente da Canabis em Oncologia
Paulo Freitas Tavares — Passado e presente da Canabis em Oncologia

Como foi descoberta a utilidade da canabis nos HUC e como tem evoluido o seu uso.
Efeitos secundários da medicação citostática e analgésica e o interesse da associação com derivados da canabis.

Estratégias dos doentes enquanto não existe um fármaco acessivel nas farmácias.
Toxicidade e a procura da dose ideal num mercado negro não regulado. Histórias reais de utilização mais ou menos consentida.

A inutilidade dos oleos de cânhamo em oncologia.

17:15
João Taborda da Gama — O Regime Jurídico da Canábis Medicinal
João Taborda da Gama — O Regime Jurídico da Canábis Medicinal

A descrição das leis aplicáveis à canábis medicinal, os principais desafios e as questões em aberto nos dias de hoje.

18:00
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: O que sabemos (E o que não sabemos)
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: O que sabemos (E o que não sabemos)

Após a publicação de ensaios clínicos demonstrando a eficácia do óleo CBD em certas síndromes epilépticas na infância, muitas questões permaneceram sem resposta. A canábis pode ser usada para epilepsia adulta? E qual é o papel da cannabis na enxaqueca? Na doença de Parkinson? Na esclerose múltipla?

18:45
Sessão de Encerramento

Oradores a definir



WORKSHOPS

Lisboa 9 Novembro
8.30
Recepção / Check-In
9:00
Adi Aran — Aspectos práticos do tratamento com Canabinóides no Autismo
Adi Aran — Aspectos práticos do tratamento com Canabinóides no Autismo

Este workshop discutirá os aspectos clínicos do  Transtorno do Espectro Autista (TEA) no tratamento com canabinóides: as populações alvo dentro do espectro do autismo; quando podemos tentar? que tratamentos devem ser considerados? existe realmente um efeito Entourage no TEA? dose e administração; interacções com outros medicamentos; tolerância; efeitos secundários; e segurança.

10:00
Cristina Sanchez — Actividade antitumoral dos Canabinóides no Cancro da Mama
Cristina Sanchez — Actividade antitumoral dos Canabinóides no Cancro da Mama

O estado actual da investigação sobre os potenciais efeitos terapêuticos dos canabinóides no cancro da mama será resumido nesta apresentação. As evidências pré-clínicas que sustentam a atividade antitumoral dos canabinóides no cancro da mama serão apresentadas e discutidas.

11:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
11:30
Manuel Guzmán — Actividade antitumoral dos canabinóides no Glioblastoma
Manuel Guzmán — Actividade antitumoral dos canabinóides no Glioblastoma

O estado actual da investigação sobre os potenciais efeitos terapêuticos dos canabinóides no glioblastoma será resumido nesta apresentação. As evidências pré-clínicas que sustentam a actividade antitumoral dos canabinóides no glioblastoma serão apresentadas e discutidas.

12:30
ALMOÇO (não incluído)
14:00
Janosch Kratz — Canabinóides na vida quotidiana de um Médico - Uma abordagem prática
Janosch Kratz — Canabinóides na vida quotidiana de um Médico - Uma abordagem prática

Em todo o mundo estamos a observar um número cada vez maior de países que legalizam os canabinóides para fins medicinais – mais e mais médicos e pacientes estão agora cientes e interessados na questão da cannabis e o seu uso clínico. Devido à complexidade do assunto, a falta de livros médicos e orientações e sua ausência no currículo da maioria das faculdades em todo o mundo, parece quase impossível encontrar informações sólidas. Especialmente para os iniciantes, é difícil encontrar artigos científicos válidos, de alta qualidade, na selva de informações que recebemos através das muitas páginas da World Wide Web. Isto leva a incompreensão, estigmatização e confusão em relação a todos os aspectos deste assunto. Esta apresentação tem como objetivo fornecer informações sólidas, baseadas na ciência e práticas orientadas sobre o uso de canabinóides no nosso trabalho diário enquanto Médicos.

15:00
Mara Gordon — Diagnóstico: Cancro da Mama: e agora?
Mara Gordon — Diagnóstico: Cancro da Mama: e agora?

Receber um diagnóstico de cancro pode ser uma das coisas mais assustadoras que podem ocorrer na vida de uma pessoa. Com toda a discussão que existe em torno da canábis e do cancro, como é que alguém pode saber o que usar e como usar? Examinaremos os vários tipos de produtos derivados da canábis e aprofundaremos a biodisponibilidade de vários métodos de ingestão.

16:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
16:30
Gregor Zorn — Canábis medicinal: mais do que THC e CBD
Gregor Zorn — Canábis medicinal: mais do que THC e CBD

O THC e o CBD são os principais fitocanabinóides que são usados na terapia com canabinóides e têm mostrado grande potencial no tratamento de muitas condições médicas. Enquanto os holofotes estão sobre esses dois canabinóides, esta planta tem muitos outros compostos, que têm valor terapêutico. Nesta apresentação, falaremos sobre os constituintes menos conhecidos, seus efeitos e como eles poderiam ser usados terapeuticamente em um futuro próximo. Também mencionaremos outros métodos simples, mas eficazes, de melhorar a eficácia da terapia com canabinoides.

17:30
Philippe Lucas — Padrões de uso e tratamento de pacientes com cannabis medicinal para dor, saúde mental e dependência: resultados de estudos observacionais no Canadá
Philippe Lucas — Padrões de uso e tratamento de pacientes com cannabis medicinal para dor, saúde mental e dependência: resultados de estudos observacionais no Canadá

Esta apresentação fornecerá dados detalhados sobre os padrões de uso dos pacientes, o uso de canábis medicinal no tratamento da dor e da saúde mental e as reduções associadas no uso de opióides prescritos e outras substâncias. Também explorará as diferenças relacionadas à idade no uso de canábis, com foco nas mudanças da inalação de THC para a ingestão de CBD em populações mais velhas.

PORTO 23 Novembro
8.30
Recepção / Check-In
9.00
David (Dedi) Meiri
David (Dedi) Meiri
10:00
Arno Hazekamp — A bioquímica da canábis medicinal
Arno Hazekamp — A bioquímica da canábis medicinal

Se canábis é considerada um medicamento, isso significa que deve haver ingredientes bioactivos presentes na planta. Todos nós já ouvimos falar sobre os canabinóides e terpenos, mas de onde é que eles vêm, e qual é o seu comportamento em diferentes formas de administração? É o efeito entourage uma coisa real, e como funciona? Serão os produtos da CDB sempre seguros, ou devemos ser cuidado quando se consomem estes produtos? O que é que diferencia as variedades de canábis, e como é que se analisa todos estes componentes activos num laboratório? As respostas estão todas relacionadas com a bioquímica da canábis. Esta apresentação irá seguir o rasto de compostos activos a partir da flor de produto até ao paciente. Iremos encolher-nos até dimensões moleculares e embarcar nesta viagem bioquímica.

11:00
Coffee Break & Networking
11:30
Cristina Sanchez — Introdução ao Sistema Endocanabinóide
Cristina Sanchez — Introdução ao Sistema Endocanabinóide

O sistema endocanabinóide tem um tremendo potencial como alvo terapêutico para uma ampla variedade de doenças e sintomas. Nesta apresentação, a explicação molecular para este potencial será fornecida pela introdução dos constituintes deste sistema, seu modo de ação e as funções fisiológicas que ele controla.

12:30
ALMOÇO (não incluído)
14:00
Paulo Freitas Tavares — Presente e Futuro da canábis em Oncologia
Paulo Freitas Tavares — Presente e Futuro da canábis em Oncologia

Como se está a utilizar hoje a canábis nos hospitais.
O objectivo primário e os secundários da investigação clínica.
A necessidade da criação de núcleos de investigação centrados nos hospitais. O que sabemos e o que ainda falta saber dos efeitos da canábis em oncologia. A necessidade da investigação que devia estar já a decorrer em todos os doentes oncológicos.
O mito dos “ensaios clínicos” e porque não são adequados à canábis.
Os canabinóides desconhecidos e os efeitos surpreendentes e inesperados. Como acelerar a translação das descobertas laboratoriais para a prática clínica.

15:00
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: o que sabemos (e o que não sabemos)
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: o que sabemos (e o que não sabemos)

Depois das publicações dos ensaios clínicos que demonstraram a eficácia do óleo de CBD em determinados síndromes epilépticos infantis, muitas perguntas ficaram por responder. Poderá a canabis ser utilizada na epilepsia dos adulto? E qual o papel da canabis na enxaqueca? Na doença de Parkinson? Na Esclerose Múltipla?

16:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
16:30
Sandra Carrillo — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica
Sandra Carrillo — Canabinóides na Epilepsia: Evidência Científica

Esta apresentação procura rever os dados pré-clínicos que sugerem um potencial terapêutico dos canabinóides para o tratamento da epilepsia. Serão também revistos os dados clínicos dos canabinóides como tratamento para a epilepsia. O objectivo é explorar o conhecimento e a discussão dos benefícios e efeitos adversos dos canabinóides no tratamento desta patologia. Esta sessão é dirigida a profissionais de saúde, pelo que os conteúdos serão explorados com um nível de análise mais rigoroso, do que as conferências para o público em geral. Não recomendado para profissionais que não das áreas de saúde e análogas.

17:30
Janosch Kratz — Canabinóides na vida quotidiana de um Médico - Uma abordagem prática
Janosch Kratz — Canabinóides na vida quotidiana de um Médico - Uma abordagem prática

Em todo o mundo estamos a observar um número cada vez maior de países que legalizam os canabinóides para fins medicinais – mais e mais médicos e pacientes estão agora cientes e interessados na questão da cannabis e o seu uso clínico. Devido à complexidade do assunto, a falta de livros médicos e orientações e sua ausência no currículo da maioria das faculdades em todo o mundo, parece quase impossível encontrar informações sólidas. Especialmente para os iniciantes, é difícil encontrar artigos científicos válidos, de alta qualidade, na selva de informações que recebemos através das muitas páginas da World Wide Web. Isto leva a incompreensão, estigmatização e confusão em relação a todos os aspectos deste assunto. Esta apresentação tem como objetivo fornecer informações sólidas, baseadas na ciência e práticas orientadas sobre o uso de canabinóides no nosso trabalho diário enquanto Médicos.

18:30
Sessão de Encerramento


SESSÕES PARALELAS

Lisboa 9 Novembro
9:00
Recepção / Check-In / Networking
9:30
Michael Miller - A História de um Sobrevivente

Por 25 anos, Michael Miller utilizou opiáceos para superar a dor de três acidentes quase fatais. Ele nunca foi informado de alternativas pelo sistema de saúde dos EUA. 5 anos atrás, aos 54 anos, ele foi apresentado à canábis como medicamento pela primeira vez. Esta é a sua história…

10:00
Steven George — Proibição da Canábis Medicinal: Uma história mal contada
Steven George — Proibição da Canábis Medicinal: Uma história mal contada

Uma breve visão geral dos usos históricos da canábis medicinal e da produção económica de canábis muito antes de ser proibida nos Estados Unidos e, eventualmente, no resto do mundo. Faremos uma viagem no tempo para entender porque é que a planta canábis foi proibida no início de 1900 e por que é que a sua reintrodução agora representa desafios desnecessários para os pacientes que dela necessitam.

10:30
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: o que sabemos (e o que não sabemos)
Bruno Maia — Canábis nas doenças neurológicas: o que sabemos (e o que não sabemos)

Depois das publicações dos ensaios clínicos que demonstraram a eficácia do óleo de CBD em determinados síndromes epilépticos infantis, muitas perguntas ficaram por responder. Poderá a canabis ser utilizada na epilepsia dos adulto? E qual o papel da canabis na enxaqueca? Na doença de Parkinson? Na Esclerose Múltipla?

11:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
11:30
João Carvalho — História e debate sobre a situação do Cânhamo em Portugal
12:30
Francisco Divo — Canábis & Desporto: A combinação perfeita
Francisco Divo — Canábis & Desporto: A combinação perfeita

Recentemente, com a legalização da canábis em muitos países do mundo, o canabidiol (CBD), um dos principais compostos da planta, foi aceite para uso pelos desportistas em competição pela Agência Mundial de Antidopagem (WADA). Isso permitiu que novos estudos clínicos de canábis passassem a ser considerados como um complemento desportivo, além de ser uma alternativa natural para os atletas que frequentemente usam medicamentos anti-inflamatórios e até opiáceos para aliviar a dor e a inflamação após treinamento ou competição extenuante.

Os pilares fundamentais de um atleta são: treino, recuperação e nutrição. A canábis e, mais especificamente, o canabidiol (CBD), exercendo efeitos nos receptores CB1 e CB2 do sistema endocanabinóide, contribuem positivamente para melhorar esses três aspectos essenciais para o desempenho ideal dos atletas. Esse fenómeno é bem conhecido por muitos atletas que empiricamente usam canábis há muitos anos, muitos deles sendo publicamente desacreditados e até expulsos de habilidades e equipas profissionais devido a estigmas sociais e falta de informações sobre o assunto.

13:00
ALMOÇO (Não incluído)
ALMOÇO (Não incluído)
14:30
Sandra Carrillo — Canábis, uma planta ancestral: redefinindo o futuro da medicina.
Sandra Carrillo — Canábis, uma planta ancestral: redefinindo o futuro da medicina.
15:00
Mauro Lins — O uso de CBD no tratamento de comportamentos agressivos graves em Transtornos do Espectro do Autismo
Mauro Lins — O uso de CBD no tratamento de comportamentos agressivos graves em Transtornos do Espectro do Autismo

Dr. Lins descreverá sua experiência bem-sucedida com o uso de CBD para indivíduos autistas que apresentam problemas comportamentais graves, incluindo irritabilidade e agressividade, que não respondem a medicamentos psiquiátricos comuns. As barreiras legais locais existentes também serão abordadas

15:30
João Taborda da Gama — O Labirinto Regulatório do CBD e da Canábis sem THC
João Taborda da Gama — O Labirinto Regulatório do CBD e da Canábis sem THC

Uma viagem guiada através de uma das questões regulatórias mais difíceis dos dias de hoje no mundo da canábis. Analisaremos as interseções entre as normas jurídicas potencialmente aplicáveis (farmacêuticas, agrícolas, suplementos alimentares, nutraceuticals, cosméticos) e proporemos um quadro interpretativa que abranja tanto as preocupações dos reguladores, dos pacientes e da indústria.

16:00
Coffee Break & Networking
Coffee Break & Networking
16:30
Mesa Redonda: O futuro das Boas Práticas (GxP) para a Canábis Medicinal

O mundo das boas práticas, sejam elas da produção, da distribuição ou das muitas outras como as clínicas ou de laboratório, fazem a base de uma rede internacionalmente reconhecida de qualidade para o sector do medicamento. Este complexo é frequentemente referido como GxP, com x a representar as diferentes áreas das ”Good Practices”. Estes sistemas de qualidade servem de base para a circulação de bens da saúde no mundo, através da definição de mínimos denominadores comuns para as características dos produtos. No caso da canábis, devido à sua complexidade, é ainda mais fundamental no que se refere às diferentes fases do processo de obtenção dos diferentes derivados da planta.

Este contexto está a criar, e vai certamente ser, um dos desafios no futuro para a canábis: a necessidade da interpretação das GxP num ambiente de qualidade e segurança, pautado por opções terapêuticas personalizadas, individualizadas e de precisão. Este desafio toca tanto aos especialistas como aos reguladores, à ciência e à indústria, aos doentes e seus representantes, só para referir alguns.

Primum non nocere.

17:30
Srinivasa Reddy — Impacto dos canabinóides na saúde: evidências médicas
Srinivasa Reddy — Impacto dos canabinóides na saúde: evidências médicas

As plantas de canábis são um presente da natureza. Até recentemente, não tínhamos conseguido entender e analisar o real impacto de suas propriedades medicinais, uma vez que eram tratadas anteriormente como drogas ilegais. Mudanças na legalização e nas permissões do governo permitiram que universidades e institutos de pesquisa médica provassem os valores e compatibilidades da cannabis e seus derivados em questões de saúde humana. Srinivasa Reddy, COO / CSO da Leaf Cross Biomedical Inc., apresentará o impacto dos canabinóides na saúde: evidências médicas.